Mensagem

Não esqueçam os pobres, pede Papa ao Fórum Econômico Mundial

Papa enviou mensagem ao Fórum que começa hoje em Davos e discute desafios para o desenvolvimento mundial

Jéssica Marçal
Da Redação

Papa durante encontro com religiosos nesta quinta-feira, 26

Papa Francisco enviou mensagem ao Fórum Econômico Mundial / Foto: Arquivo – Reprodução CTV

“Mais uma vez faço apelo a todos vós: ‘Não esqueçais os pobres!’”, assim escreve o Papa Francisco em uma mensagem enviada ao presidente-executivo do Fórum Econômico Mundial, Klaus Schwab, por ocasião da reunião anual que acontece em Davos, na Suíça. O texto foi publicado pelo Vaticano nesta quarta-feira, 20, no mesmo dia em que começa o Fórum.

A 46ª edição do Fórum é dedicada ao tema “Quarta revolução industrial”, fenômeno acompanhado por uma drástica redução do número de postos de trabalho, observou o Papa. Ele chamou a atenção para o aumento preocupante da desigualdade e da pobreza decorrentes da diminuição de oportunidades de emprego.

Acesse
.: Íntegra da mensagem do Papa

“Claramente surge a necessidade de criar novos modelos empresariais que, enquanto promovem o desenvolvimento de tecnologias avançadas, sejam capazes também de utilizá-las para criar trabalho digno para todos, manter e consolidar os direitos sociais e proteger o meio ambiente. O homem deve guiar o progresso tecnológico, sem se deixar dominar por ele!”, afirma o Pontífice.

Francisco também renova o apelo para que os pobres não sejam esquecidos, o que constitui um desafio para os líderes que atuam no mundo dos negócios. Citando trechos de seu discurso ao corpo diplomático de Bangui, durante sua recente viagem à República Centro-Africana, e da Exortação Apostólica Evangelii Gaudium, o Papa enfatizou que a cultura do descartável não pode tornar o ser humano incapaz de ouvir o clamor do seu próximo.

“Não tenhais medo de abrir a mente e o coração aos pobres. Desta forma, dareis livre curso aos vossos talentos econômicos e técnicos e descobrireis a felicidade duma vida plena, que o consumismo, de por si, não pode oferecer”.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

comentários

Este conteúdo foi plublicado na(s) categoria(s) Mensagens.
↑ topo